terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Tô sempre esperando o garçom trazer o prato principal.
E, infelizmente, isso não é sobre a minha gula. É sobre sempre achar a falta.
Rir por uma madrugada inteira saboreando destilados de breu e liberdade nas avenidas da cidade abandonada e voltar para casa achando que falta algo, escutar rock progressivo regressivamente no vinil e achar que falta algo, escrever até o sangue dos punhos pedirem arrego e, ainda assim, não largar o sentimento de que falta algo. Tá sempre faltando esse empecilho de bosta. Empecilho tal que possui nome, codinome, endereço, cheiro, personalidade extraviada e dom em me enforcar com a língua.
A espera é sempre pela chegada do garçom com o melhor do jantar e o motivo de estarmos ali nas mãos. Sempre esperando você ligar, aparecer para mudar os próximos seis meses da minha vida - ou o resto dela, nunca se sabe.
Não aguento mais (mas aguento mais) ser incompleta comigo mesma e com meus compromissos mentais. Aqui tem muita coisa te esperando e eu não sei até quando consigo levar isso nas costas (e no cérebro), sozinha. Dá as caras logo pelo simples fato fatídico e fascista de que você (é, você, que soca o dedo no cu da sanidade e da decência de tanta gente) precisa de amor.



(Yasmin Diniz)

2 comentários:

  1. Ah, quanta felicidade você render-se aos encantos do Blogspot!!
    Acompanho seu tumblr há certo tempo como admiradora da verdade e beleza havidas na escolha das suas fotos, bem como para selecionar algumas para acompanharem minhas postagens (algumas muitas, admito! rs'). Dei créditos ao seu tumblr muito embora não saiba bem como fazê-lo. Caso a incomode, só avisar. Sem mágoas! ~pisca~
    Alguns textos seus muito me impressionam também, posto que são fortes, autênticos, crus...
    Escrever é um hábito, e, como tal, deve ser sempre reforçado, cultivado. Considerando a minha rotina e atribuições [tenho 27 anos de idade e sou Adv. além de filha, irmã e amiga], tenho escrito bem, bem pouco, ultimamente... Uma pena! Não se deixe ser consumida pelo sistema!

    Agora você conhece a mim!
    Prazer, Lívia! :)))
    Bem-vinda!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem problema nenhum, aliás, não precisa pôr créditos. São fotos comunitárias, para todos. E muito obrigada pelos elogios. Sinta-se em casa aqui, Lívia. Um beijo.

      Excluir